Pular para o conteúdo principal

Mãe consegue companhia do cachorro pela primeira vez na hora do parto

A ligação entre os animais de estimação e seus donos é frequentemente intensa e especial. No caso de Amee Tomkins, que foi diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista (TEA), essa ligação foi ainda mais especial.


Ela teve o apoio de Belle, sua cachorra da raça Pit Bull terrier, durante o seu primeiro parto. Belle foi o primeiro animal autorizado a entrar em um hospital.



Amee, que mora na Inglaterra, também enfrenta ansiedade e ataques de pânico, e conta com o apoio de Belle, que tem apenas 2 anos de idade. Mesmo sem entender completamente, Belle desempenha um papel fundamental na vida de sua tutora, pois consegue acalmá-la quando necessário. Amee conta que sem a presença da cadela, nem consegue sair de casa.



A gestante já está acostumada com a ajuda do animal, que a acompanha em suas atividades diárias. Durante as consultas e exames de Amee, Belle esteve sempre presente, inclusive em momentos delicados, como quando Amee desenvolveu uma pancreatite gestacional. Depois de tentar engravidar por 12 anos, Amee finalmente se tornou mãe de Olly em março deste ano.


No dia em que o bebê nasceu, Belle esteve presente e esperou pelo parto no quarto reservado para a família. O hospital esclareceu que permitiu a entrada do animal no ambiente para proporcionar o melhor para a gestante. "Cães de assistência não são incomuns em ambientes hospitalares, e nós fazemos o possível pela saúde dos nossos pacientes", afirmou o hospital Milton Keynes em comunicado.



A mãe de primeira viagem celebrou o nascimento do filho e a presença de Belle nesse momento memorável. "Assim que Belle viu o bebê, ela o cheirou e deu uma lambidinha no rosto para recebê-lo. Foi o melhor momento da minha vida ver minha linda menina, que me abriu o mundo, conhecendo meu menino milagroso", disse Amee.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Signos que combinam entre si

Saiba tudo sobre a compatibilidade de signos no amor, na amizade e os signos que combinam com o seu no horóscopo.

Cat Janice não quer deixar o filho Loren desamparado financeiramente

 A cantora norte-americana Cat Janice, de 31 anos e enfrentando um estágio terminal de câncer, dividiu com seus seguidores um plano cuidadosamente elaborado para garantir o futuro financeiro de seu filho de sete anos. Ela apelou para que seus seguidores ajudassem a divulgar sua música original dedicada ao filho, intitulada "Dance You Outta My Head". Cat fez questão de registrar essa e todas as suas outras composições em nome de seu filho, Loren, visando assegurar recursos para ele no futuro. "Todos sabem que estou travando uma batalha contra o câncer há algum tempo, e queria lançar esta música como uma forma simples de transmitir minha mensagem. Espero que apreciem", anunciou ela. Cat expressou sua esperança de que seus fãs apoiassem sua causa, afirmando: "Minha última alegria seria se vocês salvassem minha música e a reproduzissem, pois todos os lucros serão destinados diretamente ao meu filho de sete anos, a quem estou deixando para trás". Recentement

Dia de Santa Paulina é 9 de Julho

Paulina é a primeira santa brasileira canonizada em 19 de maio de 2002 no Vaticano pelo Papa João Paulo II, tendo festa litúrgica no dia 9 de julho e o principal templo em Nova Trento, o Santuário de Madre Paulina.

Dia da Tia é 21 de Setembro

O Dia da Tia é comemorado em 21 de Setembro ! Parabéns para você tia, a pessoa mais linda que eu conheço e para todas as titias do mundo.

Ex-chacrete Índia Potira morre em decorrência de um câncer

Morreu a ex-chacrete Maria da Gloria Aguiar da Silva, conhecida como Índia Potira, aos 76 anos, no Rio de Janeiro em decorrência de complicações de um câncer. A informação da perda foi divulgada nas redes virtuais pelos familiares e confirmada pelo portal G1. Potira fez sucesso na televisão na década de 1970, integrando o balé do programa do Chacrinha. Ao lado de Rita Cadillac e Vera Furacão, Índia Potira animava os sábados na televisão brasileira. O apelido dela veio por causa do cabelo preto e os traços que lembravam uma pessoa indígena. Durante entrevistas, a ex-chacrete, que se afastou das telinhas por conta do problema de saúde que enfrentava, contou que chegou a trabalhar em programas na televisão e mais recentemente, fez uma participação especial como ela mesma na novela Amor à Vida em 2008 e também participou da novela Beleza Pura. Maria da Glória Aguiar da Silva, seu nome de batismo, teve sua despedida no Cemitério do Caju para os amigos e familiares que queriam dar o últim